AIE Revela: América Latina na Rota da Energia Limpa e Estratégica!


A Agência Internacional de Energia (AIE) lançou seu primeiro Panorama Energético da América Latina, com insights sobre o setor energético da região. E relatório reafirma que a ALC (América Latina e o Caribe) tem um dos setores de energia mais limpos, onde as energias renováveis ​​representam 60% da produção de eletricidade – o dobro da média global,

Entretanto, os países da ALC detêm cerca de 15% dos recursos globais de petróleo e gás natural. E a região é altamente significativa para a produção de minerais que são componentes essenciais em muitas das atuais tecnologias de energia limpa em rápido crescimento – com cerca de metade das reservas globais de lítio e mais de um terço das reservas de cobre e prata. O fornecimento de eletricidade limpa da região estabelece as bases para a mineração e processamento sustentáveis ​​destes materiais.

Você pode explorar este relatório clicando aqui.

“A América Latina e o Caribe podem desempenhar um papel descomunal na nova economia energética global. Com recursos naturais incríveis e um compromisso de longa data com as energias renováveis, os países da região já têm uma vantagem inicial nas transições seguras e sustentáveis ​​para energias limpas. Apoiar-se nestas transições estimularia o crescimento nas economias locais – e colocaria o sistema energético mundial numa base mais segura”, afirmou o Diretor Executivo da IEA, Fatih Birol. 
Além disso, a região é uma potência de bioenergia, onde os biocombustíveis já representam 10% da energia do setor rodoviário.

O relatório identifica quatro ações principais para reduzir as emissões de CO2 relacionadas com a energia: acelerar a adoção de energias renováveis, promover a eletrificação da indústria e dos transportes, impulsionar a eficiência energética para moderar o crescimento da procura e aumentar o acesso a soluções de cozinha limpas. Nomeadamente, a aceleração das energias renováveis ​​é responsável por 40% do fosso de emissões entre o que é projetado com base nas definições políticas atuais e um cenário em que os compromissos anunciados são alcançados.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...