Bahia Oil & Gas Energy 2024

@Divulgação

O evento, que aconteceu no Centro de Convenções de Salvador, expôs mais de 200 empresas e startups ligadas ao setor que ao longo de três dias, trocaram experiências em palestras, trabalhos técnicos e demonstração de tecnologias.  

Chamou a atenção as discussões sobre “Recuperação avançada nos campos do N/NE”. Entre as muitas palestras, a “Regulamentação da nova Lei do Gás e harmonização regulatória” foi destaque.

Quem visitou o evento tomou contato com temas como tratamento e valorização de resíduo, bandagem industrial e reforço em tubulações, perfuração de solo, troca de catalisador e transporte logístico, além de palestra sobre ESG, paradas programadas, instrumentos de calibração, etc.

Durante o evento A Transpetro lançou o programa Transformar, iniciativa social que visa melhorar as condições de empregabilidade dos moradores do entorno de suas operações por meio de ações de qualificação profissional. A companhia já executa o Transformar em São Sebastião (SP).o presidente da Transpetro, Sérgio Bacci, participou da assinatura do convênio e destacou a relevância desse programa corporativo que tem foco no desenvolvimento social e fortalece economicamente a comunidade local de Madre de Deus.

“A Transpetro está comprometida com as regiões onde atua e, neste projeto, soma esforços com o poder público para capacitar as pessoas e gerar novas oportunidades profissionais. Fizemos questão de anunciar o programa Transformar no evento porque sabemos que muitos empregadores desse setor estão aqui, e podem futuramente abrir vagas para receber os alunos do nosso projeto. Vamos atuar como propulsores dessa transformação com atenção aos que estão em situação de maior vulnerabilidade social. Apostamos na educação como instrumento transformador de vidas”, ressaltou Bacci durante o anúncio da parceria.

O diferencial do programa Transformar é o trabalho de base que considera o levantamento das necessidades deste território, o mapeamento dos perfis dos trabalhadores, as demandas de vagas da indústria, a perspectiva de novos investimentos, o levantamento e definição das necessidades de formação, entre outros fatores. Esse conjunto de informações tem o objetivo de mitigar a migração dos trabalhadores e ampliar as chances para que o emprego permaneça na região.

Ainda no evento, a Transpetro compartilha seus conhecimentos sobre uma das operações logísticas de maior destaque para os mais de 160 clientes da companhia. As operações de transbordo de petróleo e derivados entre navios (Ship to Ship) cresceram 33% em 2023 quando comparado a 2022, totalizando 873 manobras em todo país. Essa opção logística é capaz de reduzir em até 30% os custos de transporte envolvidos no modal marítimo.

Nessa linha de negócios, a atuação na Baía de Todos os Santos (Bahia) a partir do Terminal de Madre de Deus (Temadre) é estratégica para a empresa. A Transpetro é líder de mercado nesse tipo de operação no Brasil e um dos maiores provedores de Ship to Ship do mundo.

Houve um encontro de fornecedores Petrobras, seguido do workshop “Oferta Permanente ANP” seguido da programação de palestras e conferências com apresentações de produtos e serviços.

Durante o evento, a Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa firmaram protocolo de intenções para investimento em projetos pilotos para a geração de bioenergia por meio de aproveitamento dos resíduos gerados nas estações de tratamento de esgoto. O documento foi assinado pela diretora Técnica e Comercial da Bahiagás, Larisse Steliano e pelo diretor Técnico e de Planejamento da Embasa, Clécio Cruz.

Para Larisse, o protocolo de intenções será a oportunidade de reunir os esforços das equipes técnicas das empresas, cada uma em seu modelo de negócio e área de atuação, buscando uma solução única que proporcionará maior sustentabilidade ambiental, e futura geração de renda com o consumo de energia limpa e renovável. “A Bahiagás é uma companhia indutora do desenvolvimento do gás canalizado, em especial o gás natural, que é a vanguarda da transição energética para uma economia de baixo carbono”, afirmou a diretora.

Esta parceria, segundo Clécio Cruz, será fundamental para trazer a sinergia necessária para o desenvolvimento de estudos de reaproveitamento do gás biometano produzido nas estações de tratamento de esgoto operadas pela Embasa. “Entraremos com as nossas estruturas e equipes que já operam e monitoram o efluente tratado para, juntamente com a Bahiagás, prospectar as tecnologias necessárias para transformar o biometano em energia limpa”, explica. Em um primeiro momento, o estudo será realizado em uma estação de tratamento modelo para os devidos ajustes operacionais para monitoramento do processo de tratamento, do efluente tratado e do logo gerado, para avançar nos estudos de transformação destes resíduos em bioenergia em estruturas maiores.

Por meio dos convidados, a plenária “Transição Energética na Bahia”, organizada pela Bahiagás, contextualizou as oportunidades atuais da transição energética para fontes renováveis, amparado no tripé: segurança energética, sustentabilidade ambiental e equidade energética. Além dos representantes da Bahiagás e Embasa, participaram do debate o superintendente de Energia e Comunicações da Seinfra, Celso Rodrigues; a diretora geral do Departamento e Pesquisas Socioeconômicas da Agerba, Tahis Flores Soares; o assessor especial da Sema, Roberto Carneiro; e o superintendente de Planejamento e Gestão Territorial da Sedur, Gustavo Campos.

O evento foi organizado por Austral Energy Consulting com a colaboração do Instituto Politécnico da Bahia (IPB) e da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás (ABPIP). Teve apoio da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), Governo do Estado da Bahia, Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofir), Bahiagás, Governo do Canadá, Governo de Alberta, Grupo Argentino de Provedores Petroleiros (GAPP) e Sociedade Internacional dos Engenheiros de Petróleo (SPE International – Bahia Sergipe Section).

Últimas Notícias

Rockwell Automation em parceria com NVIDIA impulsiona o desenvolvimento de robôs móveis industriais com IA

A Rockwell Automation anuncia novas colaborações com a NVIDIA para impulsionar o desenvolvimento de robôs móveis industriais, mais seguros e inteligentes, com Inteligência Artificial...

Primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil

A Livoltek, empresa do Hexing Group, inaugurou a primeira fábrica de inversores de energia solar da América Latina na Zona Franca de Manaus (ZFM)....

GT PA-DIN apresenta extensões ao padrão com lançamento da versão 1.1

Os coproprietários do Process Automation Device Information Model (PA-DIM), incluindo FDT Group, FieldComm Group, ISA 100 WCI, NAMUR, ODVA, OPC Foundation, PROFIBUS e PROFINET...