Basf e Nanotech Energy produzirão baterias de íons de lítio com conteúdo reciclado e baixa pegada de CO2


A Basf e a Nanotech Energy, empresa de produtos de armazenamento de energia à base de grafeno, concordaram em fazer parceria para reduzir significativamente a pegada de CO 2 de baterias de lítio para o mercado norte-americano. O acordo visa fechar o ciclo para baterias de íons de lítio na América do Norte, com a Basf produzindo materiais ativos catódicos a partir de metais reciclados em Battle Creek, Michigan, para uso em células de baterias de íons de lítio produzidas pela Nanotech Energy. A introdução de metais reciclados na produção de novas baterias pode reduzir o impacto das baterias em termos de CO2 em cerca de 25%, em comparação com a utilização de metais primários provenientes das minas.

Ambas as empresas também farão parceria com a American Battery Technology Company (ABTC), uma empresa de reciclagem de baterias de íons de lítio em Reno, Nevada, e a TODA Advanced Materials Inc. localizada em Ontário, Canadá, para estabelecer uma cadeia de valor de baterias para as indústrias automotiva e eletrônica de consumo da América do Norte. Ao longo dessa cadeia, resíduos de baterias e materiais fora das especificações da operação piloto da Nanotech em Chico, Califórnia, bem como de suas instalações comerciais planejadas, serão reciclados pela ABTC. Os metais para baterias recuperados pela ABTC – como níquel, cobalto, manganês e lítio – serão posteriormente utilizados pela TODA e pela Basf para produzir novos precursores e materiais ativos catódicos, respectivamente.

Ambas as empresas também farão parceria com a American Battery Technology Company (ABTC), uma empresa de reciclagem de baterias de íons de lítio em Reno, Nevada, e a TODA Advanced Materials Inc. localizada em Ontário, Canadá, para estabelecer uma cadeia de valor de baterias para as indústrias automotiva e eletrônica de consumo da América do Norte. Ao longo dessa cadeia, resíduos de baterias e materiais fora das especificações da operação piloto da Nanotech em Chico, Califórnia, bem como de suas instalações comerciais planejadas, serão reciclados pela ABTC. Os metais para baterias recuperados pela ABTC – como níquel, cobalto, manganês e lítio – serão posteriormente utilizados pela TODA e pela Basf para produzir novos precursores e materiais ativos catódicos, respectivamente.

A Basf anunciou recentemente a capacidade de reciclagem de baterias na Europa e já fornece serviços de reciclagem e material ativo catódico baseado em metais reciclados como uma solução de circuito fechado na Ásia há anos.

Daniel Schönfelder, vice-presidente sênior de metais básicos e reciclagem de baterias da Basf, resumiu: “Nossa parceria com Nanotech, ABTC e TODA marca um passo importante para o negócio global de reciclagem de baterias da Basf. Agora, estamos estabelecendo o primeiro sistema de circuito fechado na América do Norte. Isso permite que a Basf e a Nanotech produzam baterias de íons de lítio com conteúdo reciclado localmente.”

Curtis Collar, Diretor de Marketing e Vendas da Nanotech Energy, disse: “Ao trabalharem juntas, nossas quatro empresas podem reunir seus conhecimentos e gerar resultados melhores e mais sustentáveis ​​para todas as indústrias norte-americanas de veículos elétricos e eletrônicos de consumo. Este é um marco importante entre os avanços e crescimento contínuos do mercado de baterias de íons de lítio, e estamos orgulhosos de desempenhar um papel tão importante na redução das emissões de CO 2 ao longo da cadeia de valor das baterias.”

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...