Copel começa a instalar 150 mil medidores inteligentes em Ponta Grossa

@COPEL

O Programa Rede Elétrica Inteligente da Copel está chegando a Ponta Grossa: a partir de 15 de agosto, eletricistas começam a trocar os medidores convencionais de energia por modelos digitais e inteligentes, sem custo para o consumidor. Cerca de 40 equipes de profissionais visitarão residências e estabelecimentos comerciais para fazer a troca dos equipamentos, em um ritmo que deve chegar a 800 unidades consumidoras por dia. Serão trocados mais de 150 mil medidores. 

@COPEL

Por ser o maior município até o momento a receber o Programa Rede Elétrica Inteligente, Ponta Grossa traz desafios que vão desde a geografia da cidade até características locais da rede elétrica. 

O superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel, Julio Omori, destaca que, pelo volume de medidores a serem trocados, a operação exigirá bastante apoio da população.

“Ponta Grossa será um grande desafio, porque além de ser uma das maiores cidades do Paraná também tem o fato de termos herdado da antiga empresa Prada, que distribuía energia, padrões construtivos que levarão maior necessidade de acesso interno nas unidades consumidoras. Vamos precisar de bastante apoio para que a gente tenha êxito nessa iniciativa”, afirma Omori.

A substituição dos medidores convencionais para os medidores inteligentes é feita sem custo ao consumidor por eletricistas uniformizados e identificados pelo crachá da empresa contratada, a Eleng. O tempo médio para executar o serviço é de uma hora.

Os medidores inteligentes representam o futuro do setor de energia elétrica, pois são peças-chave para a transformação dos centros urbanos em smart cities, ou cidades inteligentes. Eles funcionam como sensores da rede elétrica emitindo sinais em tempo real para o Centro de Operações da Copel.

Com a nova tecnologia, os casos de desligamentos ou falhas na rede serão detectados com mais agilidade, fazendo com que o restabelecimento da energia ocorra mais rápido. O novo sistema também permite que a leitura de consumo seja remota, o que facilita o controle de toda a rede elétrica, desde a subestação até o consumidor final.

Com a rede elétrica inteligente, o consumidor passa a ter autonomia para monitorar o seu uso de energia por meio do aplicativo da Copel para celular. O consumidor com o serviço ativo que consultar a função “Rede Elétrica Inteligente” na aba “Serviços” vai encontrar dados da fatura em andamento, com o registro detalhado de quilowatt-hora (kWh) consumido por dia e também o acumulado mês a mês.

Em outra tela da mesma funcionalidade, é possível consultar gráficos de consumo do mês, comparados com o mesmo mês do ano anterior. Com base nesses dados anteriores de consumo já medido, a tela também mostra uma estimativa de quanto vai dar o consumo naquele mês corrente.

Iniciado em 2021, o programa já está em 73 municípios das regiões Sudoeste e Centro-Sul do Paraná, onde existem 462 mil medidores em contato com a central de operações da Copel. Agora o programa avança para mais 28 cidades da Região Metropolitana de Curitiba, Campos Gerais e Ilha do Mel. Na RMC já foram instalados 50 mil medidores inteligentes. O investimento total da Copel em todas as fases do programa é de R$ 820 milhões.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...