Empossada nova Diretoria da PPSA


Tomaram posse os novos membros da Diretoria Executiva da Pré-Sal Petróleo (PPSA), eleitos (28/07) pelo Conselho de Administração da companhia.

A engenheira de produção Tabita Loureiro ocupa o cargo de Diretora-Técnica, em substituição a Cristiane Formosinho Conde. Tabita também irá atuar, neste primeiro momento, como presidente interina da empresa, em substituição a Eduardo Gerk, que estava à frente da PPSA desde 2019. Tabita é formada em Engenharia de Produção pela UFF, pós-graduada em Engenharia de Petróleo pela PUC-Rio e mestre em Engenharia Mecânica também pela PUC. Tem MBA em Gestão de Petróleo e Gás Natural pela Geneva Business School e é especialista em regulação na Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), onde atuou como servidora pública por 17 anos.

Evamar José dos Santos assume como Diretor de Gestão de Contratos, no lugar de Osmond Coelho Junior. Ele é formado em Administração pela FACE-FUMEC e pós-graduado em Finanças e Contabilidade Pública pela FACE-UFMG. Tem 37 anos de serviços prestados na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, além de ter atuado em diversas outras funções, em comissões e cooperativas.

No dia 10 de julho, foram eleitos, em Assembleia Geral Extraordinária, cinco novos membros para o Conselho de Administração da PPSA:

Como presidente: 

Arthur Cerqueira Valério, indicado pelo Ministério de Minas e Energia. Ele é Advogado da União desde 2006, pós-graduado em Direito Público, mestre em Administração Pública pela FGV.  Ex-consultor jurídico do Ministério dos Transportes, Ex-consultor jurídico do Ministério das Cidades, Ex-consultor jurídico do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Ex-Consultor-Geral da União. Atual consultor jurídico do Ministério de Minas e Energia

Como Conselheiros:

Guilherme Santos Mello, indicado pelo Ministério da Fazenda. Ele é graduado em Ciências Econômicas pela PUC-SP, em 2006, e em Ciências Sociais pela USP, em 2008. Concluiu seu mestrado em Economia pela PUC-SP, em 2009, e o doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas, em 2013. Lecionou na PUC/SP, atuou como Professor Visitante em Faculdades de Campinas – FACAMP e como Professor do Instituto de Economia da Unicamp – IE/UNICAMP, tendo coordenado o programa de pós-graduação em Desenvolvimento Econômico e também pesquisas em diversas linhas, assim como exerceu a direção e administração do IE/UNICAMP. Em 2023, foi convidado para assumir a liderança da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda.

Valder Ribeiro de Moura, indicado pela Casa Civil. Ele tem mais de 25 anos de experiência nas áreas de Contabilidade, Auditoria e Gestão Administrativa. Atualmente, é Secretário-Executivo do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR). Foi Diretor de Gestão da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Graduado em Contabilidade, Pós-graduado em Controladoria e Finanças e em Direito e Gestão do Sistema S. Participa, pelo MIDR, de diversas instâncias colegiadas, como Conselho Fiscal da CODEVASF, Conselho Deliberativo da ABDI e Conselho de Administração da Suframa.

Renato Campos Galuppo, indicado pelo Ministério de Minas e Energia como membro independente. Ele é advogado com atuação destacada em direito eleitoral, direito penal econômico e direito civil. Atuou por 13 anos como assessor jurídico na Câmara dos Deputados. Pós-graduado em direito penal econômico pela Universidade de Coimbra, é membro da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (ABRADEP), do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) e do Instituto de Ciências Penais (ICP).

No dia 27 de abril, já havia sido eleito Roberto Seara Machado Pojo Rego, indicado pelo Ministério de Economia. Ele é servidor público há 30 anos, formando em Ciência Política pela Universidade de Brasília, ingressou no Governo Federal, na carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental em 2004. Trabalhou no Ministério de Minas e Energia, na Secretaria de Relações Institucionais, no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e no Ministério de Desenvolvimento Social. Nos últimos 4 anos já trabalhava na Secretaria de Gestão, onde coordenava diversos projetos, dentre eles o Programa de Gestão e Desempenho.

Ana Paula de Magalhaes Albuquerque Lima –  Indicada pelo Ministério de Minas e Energia como membro independente. Servidora pública há 30 anos, iniciou a carreira no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, desempenhando funções de assessoramento na Procuradoria de Justiça. Exerceu o cargo de Analista de Planejamento e Orçamento do Ministério do Planejamento e ingressou na carreira efetiva de Analista Legislativo da Câmara dos Deputados em abril de 2002, atuando como assessora legislativa e de orçamento na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Também exerceu cargos públicos de direção no Poder Executivo Federal no Ministério do Turismo e na Secretaria de Governo da Presidência da República. Possui bacharelado e licenciatura em Psicologia, com pós-graduação em Orçamento Público e Processo Legislativo.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...