Eneva impulsiona inovação voltada para descarbonização


A Eneva, maior operadora privada de gás natural onshore no Brasil, prevê impulsionar a inovação para projetos de descarbonização em 2024. São 12 iniciativas na área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para soluções alinhadas aos princípios ESG da empresa. Entre esses projetos, destacam-se o Hidrogênio Azul, que visa aprimorar a reforma do gás natural para maximizar a produção de hidrogênio, contribuindo assim para a geração sustentável de energia. Outro destaque é a produção de Hidrogênio Verde, que será empregado em diversos processos, como na refrigeração da UTE Parnaíba II, no Maranhão. Cerca de R$ 20 milhões serão investidos nos projetos de P&D da empresa em 2024, em conformidade com as regulamentações da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica.

Segundo Rafael Coitinho, diretor de Engenharia da Eneva, a empresa incentiva a inovação para contribuir significativamente com a descarbonização da matriz energética e promover uma transição segura e inclusiva. Ele destaca que a área de P&D desempenha um papel crucial nesse processo, desenvolvendo projetos que visam melhorar a eficiência operacional e promover a sustentabilidade. 

O estudo sobre a produção de hidrogênio azul inclui o desenvolvimento de uma ferramenta computacional interativa para identificar e avaliar possíveis configurações de planta para a geração de energia elétrica, priorizando critérios econômicos e ambientais. O objetivo do projeto é determinar se é possível produzir eletricidade de forma eficiente e rentável usando hidrogênio azul. Isso seria feito através da reformulação do gás natural, incluindo uma etapa prévia que processa frações pesadas, e capturando o CO2 resultante em uma escala comercial.

Outro grande motivador deste projeto é atuar diretamente na descarbonização de termoelétricas movidas a gás natural. Um ciclo combinado tradicional atualmente emite em torno de 350 tonCO2/GWh. 

O uso de um ciclo combinado de hidrogênio associado com captura de carbono pode reduzir emissões na faixa de 60% a 95% chegando a um índice na faixa de 17,5 a 140 tonCO2/GWh.

Quanto à produção de hidrogênio verde, a meta é instalar e demonstrar a operação de um eletrolisador com tecnologia nacional, cuja principal inovação será o desenvolvimento de um sistema com capacidade para controlar automaticamente a demanda de potência instantânea do equipamento e operar de acordo com modos pré-definidos, garantindo assim a geração de hidrogênio verde. Também serão identificadas e apresentadas novas oportunidades de negócios na cadeia de valor do hidrogênio, tanto em instalações já existentes em ativos da Eneva quanto em locais específicos para produção e comercialização de hidrogênio. 

Outro projeto importante é o Imageamento Sísmico, que visa desenvolver softwares para atividades de exploração de gás natural, em colaboração com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Esses softwares serão capazes de produzir imagens precisas das estruturas geológicas, contribuindo para uma exploração mais eficiente e segura, além de aumentar a produção de energia elétrica através de usinas termelétricas.

Além das iniciativas em andamento, a Eneva também está finalizando alguns projetos em 2024, como o Data Life e os projetos GNL Opt e GIMPSI da CELSE. Esses projetos trouxeram benefícios significativos em segurança do trabalho, gestão operacional e otimização de processos.

Últimas Notícias

Recap lança campanha de combate a fraudes no setor de combustíveis

As fraudes no setor de combustíveis afetam não apenas a concorrência leal entre as empresas, mas toda a sociedade, ao retirar recursos de áreas...
advertisementspot_img

Prêmio DowGOL reconhece os melhores fornecedores logísticos 

A Dow Brasil anunciou os vencedores da 18ª edição do Prêmio DowGOL que reconhece e promove as melhores práticas de fornecedores logísticos. O evento...

Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás

A Sabesp é finalista do AD and Biogas Industry Award 2024, a maior premiação do mundo no setor de biogás. A Companhia concorre na...