Identificação padronizada para segurança do alimento


Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de abastecimento no segmento de Frutas, Legumes e Verduras (FLV), é o tema que a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil levou ao congresso da APAS SHOW 2024, entre 13 e 16 de maio em São Paulo – considerado o maior evento do setor supermercadista do mundo.

A associação foi a promotora do Fórum de FLV APAS SHOW 2024 by GS1, dividido em três painéis que levaram ao público as novidades do setor de produção, distribuição e varejo de frutas, legumes e verduras. O diretor de atendimento ao varejo da NielsenIQ, Domênico Filho, iniciou o primeiro painel – “Panorama do FLV conectado no varejo, com foco no supermercado” – com destaque à crescente relevância desse segmento de mercado, com um crescimento mais acelerado que a média total do varejo de alimentos no primeiro trimestre. Domênico Filho também ressalta o papel crucial que o FLV assume no autosserviço, especialmente para os supermercados, que mantêm seu crescimento e protagonismo em hortaliças.

“Desafios para a cadeia de FLV – perdas, eficiência operacional, adoção de tecnologia” foi o segundo painel com a contribuição de Emílio César Favero, da Alfa Citrus; Danilo Hideaki Fugita, da Fugita; Jean Felipe Chioratto, do Covabra Supermercados; e Luiz Roberto Baruzzi, da Rede São Paulo de Supermercados. A discussão ocorreu em torno das soluções para vencer adversidades como perdas, eficiência operacional e adoção das tecnologias mais eficientes para minimizá-las. Todos eles concordam em pontos de vista em relação a dificuldades como mudanças climáticas, necessidade de agregar valor aos negócios dos pequenos produtores e escassez de mão de obra especializada para vencer os desafios do setor.

O terceiro painel foi o “Tendências do consumo para FLV – tendências, rastreabilidade, dados, sustentabilidade”, moderado por Giampaolo Buso, diretor da Paripassu, e participação de Valeska Oliveira, da International Fresh Produce Association; Nilson Gasconi, executivo de Desenvolvimento Setorial da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil; Josiano Pereira Saqueti, do Hippo Supermercados; e Marcel Honda, do Natural Terra.

Nilson Gasconi marcou sua participação ao evidenciar o setor do FLV. “O papel da GS1 é proporcionar automação e melhorar a eficiência dos varejistas. Não há como um negócio prosperar sem um padrão de comunicação, e a GS1 oferece isso”, afirmou o executivo. Em sua opinião, “a identificação única e inequívoca de cada item em padrão global é a chave para a segurança alimentar e o crescimento do setor de FLV”.

Gasconi alia o desenvolvimento da rastreabilidade e do setor deFLV à evolução do código de barras, que passa por uma transição do modelo linear para o QR Code Padrão GS1

Durante a APAS SHOW, a associação apresentou na prática as funcionalidades do QR Code como ferramenta para atender à demanda do consumidor por interatividade com o produto. “A GS1 apoia toda a indústria e varejo com soluções para toda a cadeia”, concluiu Gasconi.

Últimas Notícias

Rockwell Automation em parceria com NVIDIA impulsiona o desenvolvimento de robôs móveis industriais com IA

A Rockwell Automation anuncia novas colaborações com a NVIDIA para impulsionar o desenvolvimento de robôs móveis industriais, mais seguros e inteligentes, com Inteligência Artificial...

Primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil

A Livoltek, empresa do Hexing Group, inaugurou a primeira fábrica de inversores de energia solar da América Latina na Zona Franca de Manaus (ZFM)....

GT PA-DIN apresenta extensões ao padrão com lançamento da versão 1.1

Os coproprietários do Process Automation Device Information Model (PA-DIM), incluindo FDT Group, FieldComm Group, ISA 100 WCI, NAMUR, ODVA, OPC Foundation, PROFIBUS e PROFINET...