Inteligência Artificial para pulverizadores, que reduz em até 95% o consumo de defensivos


Uma dessas empresas é a SaveFarm, da Eirene Solutions, levou para a Agritechnica, maior feira de máquinas agrícolas do mundo, uma solução de Inteligência Artificial que otimiza a pulverização de plantações e transforma os equipamentos tradicionais em pulverizadores inteligentes. A tecnologia é compatível com todos os tipos de pulverizadores existentes no mercado e gera uma economia de até 95% no uso de defensivos agrícolas.

“Nós visitamos a feira em 2019 e agora retornamos como expositores, para demonstrar a tecnologia que desenvolvemos aqui no Brasil, ao lado dos grandes players do mercado mundial de agricultura de precisão. A expectativa é ampliar nosso mercado de atuação e encontrar novos parceiros comerciais principalmente na Europa e na Ásia”, destaca Eduardo Marckmann, CEO da empresa que recentemente iniciou o seu processo de internacionalização.

O sistema SaveFarm possui sensores com câmeras de alta resolução, que são instalados nas barras dos pulverizadores. Com o apoio da Inteligência Artificial, já treinada para isso, é realizada uma leitura de superfície do solo, identificando as ervas daninhas e outras pragas em meio à plantação e indicando os locais onde a aplicação de defensivos agrícolas é necessária. O operador da máquina consegue acompanhar todo o processo, receber diagnósticos e parametrizar a operação através de uma interface gráfica e touchscreen instalada na cabine do pulverizador.

A tecnologia de pulverização seletiva desenvolvida pela SaveFarm pode ser usada nas mais variadas culturas, como soja, milho, algodão, cana-de-açúcar, eucalipto, entre outras. “O sistema se adapta a qualquer cenário e pode ser usado em diferentes etapas da plantação, identificando as ervas daninhas inclusive em meio à cultura já crescida no solo. Nosso objetivo é fomentar a agricultura de precisão, utilizando a tecnologia como aliada dos produtores rurais”, explica Eduardo Marckmann.

De acordo com estudos de campo realizados pela SaveFarm, a aplicação da Inteligência Artificial na pulverização seletiva das lavouras tem gerado uma economia significativa nas propriedades rurais, sobretudo no uso de defensivos agrícolas, chegando a uma redução de até 95% de consumo em períodos pré-plantio das culturas.

Além dos benefícios econômicos, a solução contribui ainda para o meio ambiente, gerando menos resíduos de embalagens e, consequentemente, reduzindo a contaminação do solo e dos recursos hídricos. Por apresentar uma alta taxa de precisão na aplicação de defensivos, há ainda uma redução no consumo de combustível, uma vez que não é preciso retornar à base várias vezes para abastecimento.

A Inteligência Artificial da SaveFarm também pode ser usada para irrigação localizada da plantação, utilizando os recursos hídricos de forma racional. “Garantir a produção de alimentos com o menor impacto ambiental possível é um dos temas mais urgentes da atualidade e a tecnologia vem para ajudar neste processo em nível global. Não à toa, o tema deste ano da Agritechnica é a ‘produtividade verde’ e esperamos contribuir com este debate demonstrando a nossa solução no evento”, afirma Eduardo Marckmann.

Últimas Notícias

Recap lança campanha de combate a fraudes no setor de combustíveis

As fraudes no setor de combustíveis afetam não apenas a concorrência leal entre as empresas, mas toda a sociedade, ao retirar recursos de áreas...
advertisementspot_img

Prêmio DowGOL reconhece os melhores fornecedores logísticos 

A Dow Brasil anunciou os vencedores da 18ª edição do Prêmio DowGOL que reconhece e promove as melhores práticas de fornecedores logísticos. O evento...

Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás

A Sabesp é finalista do AD and Biogas Industry Award 2024, a maior premiação do mundo no setor de biogás. A Companhia concorre na...