Líderes globais prometem fortalecer transições energéticas seguras

@ASdoukou

Líderes de energia e clima de todo o mundo se reuniram em Paris para a Reunião Ministerial de 2024 da AIE e o 50º aniversário, um evento de dois dias que produziu um forte engajamento para salvaguardar a segurança energética enquanto intensifica as transições de energia limpa para manter a meta de limitar o aquecimento global a 1,5 °C ao alcance. 

A reunião de ministros representando 50 países – que foi copresidida pelo ministro irlandês do Meio Ambiente, Clima e Comunicações, Eamon Ryan, e pelo ministro francês da Economia, Finanças e Soberania Industrial e Digital, Bruno Le Maire – produziu um consenso sobre a necessidade de ações mais ousadas e maior cooperação global para transformar rapidamente o sistema energético mundial. Entre os convidados especiais estavam a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o enviado presidencial especial dos EUA para o clima, John Kerry, e a ex-presidente irlandesa Mary Robinson. 

Líderes mundiais, incluindo o presidente da França, Emmanuel Macron, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, o irlandês, Leo Varadkar, e o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, falaram aos participantes por vídeo.

Em um comunicado conjunto, os ministros dos 31 países membros estabeleceram uma série de novos mandatos para a Agência Internacional de Energia (IEA) que guiarão sua missão daqui para frente, com destaque para que a IAE assuma um papel de liderança na garantia da implementação dos principais resultados energéticos da COP28, de limitar o aquecimento a 1,5 °C; de triplicar a capacidade de energia renovável, dobrar o progresso da eficiência energética, reduzir as emissões de metano e acelerar a transição para longe dos combustíveis fósseis até 2030; continue a colocar as mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável, juntamente com a segurança energética, no centro de suas atividades e análises; aprofunde a cooperação com as principais economias emergentes, que incluem o início de discussões com a Índia sobre o seu pedido de adesão plena à AIE e o anúncio de um novo centro de cooperação regional em Singapura; enfatizar o papel fundamental que o sistema de armazenamento de petróleo da AIE desempenha para garantir a segurança energética global em um momento de grande incerteza – com desenvolvimento de uma estrutura para avançar os objetivos que foram estabelecidos para um Programa de Segurança de Minerais Críticos da AIE, que buscaria aumentar a segurança das cadeias de suprimentos para os minerais cruciais necessários para tecnologias de energia limpa; aumente seu trabalho sobre o acesso à energia e da acessibilidade dos preços, incluindo para a cozinha limpa; no avanço de transições justas e centradas nas pessoas para construir uma economia energética mais inclusiva; no aumento do investimento em energia limpa em economias emergentes e em desenvolvimento, onde os altos custos de empréstimos e a dificuldade de acesso ao capital estão restringindo as transições energéticas.

“Esta reunião viu governos de todo o mundo elogiarem a liderança energética e climática da AIE. E eles deixaram muito claro que estão contando conosco para sermos ainda mais impactantes no futuro. A AIE recebeu mandatos claros de seus membros. Vamos redobrar nossos esforços para liderar a luta contra as mudanças climáticas no setor de energia, garantindo a segurança do fornecimento global de energia e trabalhando para aumentar o acesso à energia durante a transição” , disse o diretor executivo do IEA, Fatih Birol .

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...