Petrobras dá início à comercialização de diesel com conteúdo renovável em São Paulo


Após a consolidação das vendas de Diesel R5 na Repar – Refinaria Presidente Getúlio Vargas, no Paraná, a Petrobras passa a comercializar o produto também no estado de São Paulo a partir da primeira semana de março. A Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão, já está apta a vender, regularmente, o combustível capaz de reduzir emissões de gases de efeito estufa.

A comercialização do Diesel R5 na RPBC reforça a estratégia da Petrobras em produzir combustíveis mais sustentáveis.

“A oferta de Diesel R5, agora também em São Paulo, a partir da RPBC, reflete o avanço dos investimentos da companhia em descarbonização. Esse é mais um passo da Petrobras para aumentar a oferta do diesel com conteúdo renovável e atender ao mercado que busca soluções sustentáveis para a redução de suas emissões”, afirma o diretor de Comercialização, Logística e Mercados da Petrobras, Claudio Schlosser.

Segundo o diretor de Processos Industriais e Produtos da Petrobras, William França, os investimentos em baixo carbono demonstram a opção da companhia pela transição energética justa: “A Petrobras vem atingindo suas metas de eficiência e confiabilidade e, ao mesmo tempo, preocupa-se com a descarbonização de produtos e processos. Fomos a primeira empresa no Brasil a desenvolver tecnologia própria de coprocessamento e implantamos, em nossas unidades, um combustível com conteúdo renovável que não requer adaptação ou alteração nos motores para poder ser usado”.

A Petrobras é pioneira no desenvolvimento de diesel com conteúdo renovável, gerado por coprocessamento de derivados de petróleo (parcela mineral) com matérias-primas de origem vegetal, como óleo de soja. A redução das emissões associada à parcela renovável é de, ao menos, 60 % em comparação com o diesel mineral. Além do benefício ambiental, o Diesel R5 pode ser utilizado sem a necessidade de adaptações nos veículos. É um produto com alta estabilidade e isento de contaminantes, o que garante durabilidade e desempenho dos motores.

Além da Repar, PR, que já fazia a comercialização desde 2022, e, agora da RPBC, que fez a primeira venda, mais duas refinarias da Petrobras realizaram testes de produção de Diesel R5 no fim do ano passado. A Reduc – Refinaria Duque de Caxias (RJ) recebeu adaptações em sua infraestrutura logística e em unidades de processo de hidrotratamento. A Replan – Refinaria de Paulínia (SP), por sua vez, também realizou o primeiro teste e está ultimando os ajustes de infraestrutura logística e apta à produção.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...