Planta de hidrogênio renovável da Eletrobras recebe certificação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica


A planta de produção de hidrogênio renovável (H2V) instalada na usina hidrelétrica de Itumbiara (MG/GO) recebeu (0711) a certificação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em evento realizado na Eletrobras, no Rio de Janeiro. O documento comprova que o hidrogênio é produzido a partir de fontes renováveis. Em Itumbiara, usina de responsabilidade da subsidiária Eletrobras Furnas, a produção se dá pelo processo de eletrólise, com uso de energia hídrica e fotovoltaica.

A planta de H2V de Itumbiara foi a primeira a entrar em operação no Brasil. Atualmente, a produção acumulada desde o comissionamento da planta, em 2021, ultrapassa 3 toneladas de hidrogênio renovável. A capacidade de produção é de cerca de 100 kg/dia.

“O hidrogênio renovável é uma das grandes apostas mundiais para a descarbonização e deve ser cada vez mais valorizado como o principal combustível da próxima década. O Brasil tem tudo para ser uma potência de hidrogênio renovável, e a Eletrobras, com toda a sua expertise em energia limpa, quer liderar este processo”, diz Ítalo Freitas, vice-presidente de Comercialização e Engenharia de Expansão da companhia.

Gerente de E-Combustível da empresa, Victor Hugo Goes Ricco explica que a planta de Itumbiara é um projeto-piloto, uma “plataforma de estudos para o desenvolvimento de outros projetos voltados à descarbonização de diversos setores da economia, como o agronegócio, a indústria e o setor de transportes”.

A planta de produção de hidrogênio renovável na UHE Itumbiara foi inaugurada em dezembro de 2021, quando, então, começaram a ser realizados testes e análises da produção e do armazenamento do hidrogênio, de sua reconversão em energia elétrica e da inserção dessa energia no Sistema Interligado Nacional (SIN). Posteriormente, em um projeto de Operação e Manutenção (O&M) buscou-se a elaboração de procedimentos e instruções técnicas de operação de planta, além de testes de produção ininterrupta de hidrogênio para determinação das eficiências dos processos de geração, armazenamento e reconversão. Da energia consumida na produção, parte é oriunda da planta fotovoltaica de 800 kWp instalada ao lado do sistema de hidrogênio e parte é proveniente da usina hidrelétrica. O caráter híbrido e a combinação dessas duas fontes limpas são os pontos fortes do projeto, que ratificam a Eletrobras como o principal player do mercado de produção de hidrogênio renovável

Últimas Notícias

Recap lança campanha de combate a fraudes no setor de combustíveis

As fraudes no setor de combustíveis afetam não apenas a concorrência leal entre as empresas, mas toda a sociedade, ao retirar recursos de áreas...
advertisementspot_img

Prêmio DowGOL reconhece os melhores fornecedores logísticos 

A Dow Brasil anunciou os vencedores da 18ª edição do Prêmio DowGOL que reconhece e promove as melhores práticas de fornecedores logísticos. O evento...

Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás

A Sabesp é finalista do AD and Biogas Industry Award 2024, a maior premiação do mundo no setor de biogás. A Companhia concorre na...