Plataforma para acompanhamento de projetos do Plano Mais Produção

FOTO:Divulgação/RossanaFraga

O BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social lançou (25/04) a plataforma online (www.bndes.gov.br/painelindustria) que reúne informações do Banco sobre o Plano Mais Produção, braço de financiamento da Nova Indústria Brasil. Disponível para toda a população e de fácil acesso, a ferramenta é um importante instrumento de transparência das ações da instituição, responsável pela gestão de R$ 250 bilhões do total de R$ 300 bilhões da política de neoindustrialização do Governo Federal.

A plataforma traz o volume e a quantidade de projetos aprovados desde 2023 e o montante já desembolsado pelo Banco. Também é possível pesquisar projetos aprovados por eixo (Produtividade, Exportação, Verde e Inovação), porte da empresa (micro, pequena, média ou grande), forma de apoio (direto ou indireto), além de pesquisar resultados por região e estado, com georreferenciamento. A população também terá acesso à lista de projetos contratados pelo BNDES e a textos que detalham muitas operações já aprovadas.

A ferramenta foi lançada no evento “Financiamento à neoindustrialização: mobilizando o crédito para a inovação” promovido pela ABDE – Associação Brasileira de desenvolvimento, evento que reuniu o ministro e vice presidente Geraldo Alkmin, o presidente da ABDE e da Finep – Financiadora de estudos e Projetos, Celso Pansera, a presidente da Frente Parlamentar Mista de apoio ao Sistema nacional de Fomento (FPSNF), deputada Luisa Canziani, para debater  política industrial, financiadoras e ainda, criar a Letra de Crédito de Desenvolvimento.

O presidente do BNDES, Aloisio Mercadante, lembrou que “este banco (BNDES) é o que mais financiou energia limpa renovável na história”. Sobre a plataforma, Mercadante disse que o BNDES reafirma seu compromisso com a transparência de suas ações.

“Transparência traz eficiência. E o BNDES é campeão de transparência entre as estatais”, disse o ministro Geraldo Alkmin.

Na mesma solenidade, BNDES e Finep assinaram acordo de cooperação técnica (ACT) para ampliar o apoio aos projetos de inovação no país – as duas instituições têm 90 dias para produzir um Plano de Trabalho que promova o intercâmbio de informações.

“A Nova Indústria Brasil mostra a importância de parcerias entre Finep e BNDES para a construção de políticas que combatam as desigualdades sociais, promovendo melhores empregos e o desenvolvimento de todas as regiões, considerando as necessidades de descarbonizar a economia”, diz o presidente da Finep, Celso Pansera.

O ACT é considerando uma ferramenta importante de governança dos recursos do Mais Inovação e tem quatro principais eixos para a atuação conjunta do BNDES e da Finep: avançar na complementariedade dos projetos apoiados entre as instituições; ações conjuntas para desconcentração do apoio, com foco nas regiões Norte e Nordeste e em MPMES; intercâmbio de metodologias para avaliação da efetividade dos projetos; e desenvolvimento conjunto de novos produtos voltados ao apoio à inovação.

BNDES e Finep integram a estratégia do governo federal de promover a neoindustrialização no paísprograma BNDES Mais Inovação, com dotação orçamentária de até R$ 20 bilhões para um período de quatro anos, já aprovou R$ 5,3 bilhões em operações de financiamento à inovação em 2023, um aumento de 132% em relação a 2022. 

O Finep Mais Inovação, que dispõe de R$ 41 bilhões para quatro anos, já aprovou cerca de R$ 10,5 bilhões em financiamentos para projetos de crédito e não reembolsáveis. Só em 2024, foram 203 projetos e em torno de R$ 2,7 bi aprovados.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...