Presidente do Crea-SP anuncia nova diretoria para 2024


A engenheira Ligia Mackey anunciou, depois de ser eleita e empossada como presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP), os nomes da diretoria 2024 da autarquia. A ocasião se deu na Sessão Plenária inaugural do Crea-SP neste ano. Além dela, outros três nomes de mulheres foram definidos, aumentando em 100% o total das profissionais presentes nos altos cargos.

“Tenho consciência de que a minha missão, como primeira mulher presidente do Conselho, é também de abrir portas. Teremos um ano de muito trabalho para dar continuidade aos projetos e quanto mais diversidade de pessoas e modalidades, melhor representaremos os profissionais e a área tecnológica”, afirmou Ligia.

Engenheiras Fabiana Albano e Ligia Mackey 

As também engenheiras Fabiana Albano e Marília Gregolin e a tecnóloga Jéssica Trindade Passos são os reforços da diretoria. Fabiana assumiu a Diretoria de Relações Institucionais, função que também ocupa no Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape). “Que nós, mulheres, tomemos os nossos lugares de direito é inevitável. A quantidade de profissionais na diretoria do Crea-SP aumentou e isso é natural, porque é um espaço justamente aberto. Com o tempo, espero que sejamos metade deste plenário”, comentou.

O plenário da autarquia é formado por mais de 300 profissionais chamados de conselheiros, que são escolhidos, historicamente, por eleição das entidades de classe representativas das profissões das Engenharias, Agronomia e Geociências, como associações e sindicatos, por exemplo. A diretoria, por sua vez, tem três nomes indicados pela Presidência e os demais votados pelos conselheiros.

A Sessão Plenária foi marcada ainda pela Renovação do Terço, um rito tradicional e anual de troca de conselheiros que tem o objetivo de gerar melhor representatividade. Foram empossados 144 profissionais, entre titulares e suplentes.  

Dois deles contaram um pouco das expectativas com essa nova responsabilidade. “É tudo bastante novo. Há pouco tempo não tinha tanta noção da dimensão, mas com a proximidade pude ver o quão interessante é a renovação do Crea-SP e o quanto isso é importante para proteger os profissionais e gerar fiscalização das atividades”, comentou o engenheiro Paulo Carvalho. “É uma honra estar dentro do Conselho, algo que sonhei desde o meu primeiro ano de Engenharia”, completou Gabriel Xavier. 

Eles são professores na Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e representam uma outra linha de diversidade na autarquia, que pretende que os estudantes e recém-formados estejam cada vez mais perto, retroalimentando as iniciativas do Crea-SP.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...