RZK Energia capta R$ 150 milhões para financiar projetos de geração renovável no Nordeste


Em mais um significativo avanço na sua estratégia de aumento de capacidade e escala operacional, a RZK Energia captou este mês R$ 150 milhões junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para o financiamento de novos projetos de geração distribuída renovável na região. A partir dos recursos obtidos, a empresa prevê investimentos na construção de um total de sete usinas fotovoltaicas, sendo duas no Ceará e outras cinco no Piauí, que devem somar 45 megawatts de potência instalada (MWp) ao seu portfólio de ativos até o final de 2025.

Entre os empreendimentos, a RZK Energia já atua no desenvolvimento do que deve se tornar o maior projeto de geração distribuída solar de Teresina, capital do Piauí, até hoje. No estado, que receberá a maior parcela do capital assegurado com o BNB, a empresa já trabalha na instalação das plantas Junco I e II, que serão situadas em Chapadinha Sul. Juntas, as usinas ocuparão uma área de 15 hectares e terão uma potência nominal total de 6,33 MWp, além de utilizarem tecnologia de seguidores solares (trackers), que aumentarão a eficiência da geração. Com isto, é estimada uma produção de 12.232 MWh por ano para o abastecimento da rede elétrica local.

De acordo com Luiz Serrano, CEO e Managing Partner da RZK Energia, o movimento de expansão da empresa para o Nordeste está alinhado com a atual proposta de diversificação de investimentos e consolidação de parcerias ao longo do território nacional. “Já temos uma presença significativa na geração distribuída, comercialização de energia no mercado livre e ferramentas de gestão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Mas é um passo importantíssimo avançarmos no terceiro maior mercado de GD do País, levando nossa plataforma unificada de serviços com apoio estruturante nos investimentos locais, a exemplo do recentemente conquistado junto ao BNB e de parcerias construídas desde o começo do ano com a Netlux Solar, em Teresina, e a FIT Energia, do Banco Santander, no Ceará”, conta o executivo.

Com consequente ganho de capilaridade no Nordeste a partir dos sete projetos previstos, a RZK Energia planeja gerar energia renovável suficiente para o abastecimento de até 35 mil residências ou pequenos negócios, cujo consumo sustentável poderá evitar a emissão correspondente a 132 mil toneladas de CO2, o equivalente à absorção de 810 mil árvores da Mata Atlântica.

Em 2024, o Nordeste ultrapassou a marca de 5,4 gigawatts (GWp) de capacidade instalada de energia solar na geração distribuída, de acordo com o estudo Meu Financiamento Solar, publicado em março a partir de dados da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica e da Absolar – Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica. Ao todo, 769 mil residências, empresas e propriedades rurais consomem energia renovável gerada nesta modalidade na região, que, desde 2012, já movimentou mais de R$ 25 bilhões e gerou mais de 155 mil empregos diretos e indiretos nos estados nordestinos. 

Para o CEO da RZK Energia, a transição energética e a pujante economia nordestina não são prioritárias apenas na estratégia de crescimento da empresa e seus parceiros, mas também de seus clientes corporativos, que adotam a geração distribuída renovável como um elemento fundamental para a sustentabilidade e redução de custos em suas operações. “Acreditamos que nossa chegada na região será diferenciada, pois nossa entrega de geração, focada no cliente, é associada a outras frentes de atuação, como consultoria especializada em eficiência energética, formação de agentes autônomos – também chamados Energy Advisors em nossa gestão do ecossistema de vendas – e disponibilização de ferramentas digitais de compra, monitoramento e gerenciamento do consumo de energia. Nas empresas baseadas em tecnologia e prestação de serviços da RZK Energia, por exemplo, já são geridas mais de 250 mil faturas ao mês”, explica Luiz Serrano. 

Com 28 empreendimentos proprietários e sob gestão baseados em fontes renováveis, entre fotovoltaicos (23) e biogás (5), os ativos de energia da RZK Energia compreendem principalmente o atendimento a grandes empresas em suas mais diversas operações, a exemplo de TIM, Claro, Oi, Raia Drogasil, Santander, FIT e Smartfit, entre outros clientes. Levando em conta as usinas em operação e as que estão em construção, a capacidade de geração de energia renovável da RZK Energia é de 220 megawatts, atendendo atualmente cerca de 15 mil unidades consumidoras em geração distribuída por meio de ativos próprios e outras 200 no ambiente livre de contratação.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...