Stellantis e Samsung SDI anunciam segunda gigafábrica StarPlus Energy


A Stellantis N.V. e Samsung SDI anunciaram um memorando de entendimento para estabelecer uma segunda fábrica de baterias nos Estados Unidos, sob a existente StarPlus Energy joint venture. Com previsão de início de produção em 2027, a usina pretende ter uma capacidade inicial de produção anual de 34 gigawatts-hora (GWh).

Em maio de 2022, a Stellantis e a Samsung SDI anunciaram seu compromisso de construir a primeira fábrica de baterias em Kokomo, Indiana, EUA. Com lançamento previsto para o primeiro trimestre de 2025, a fábrica terá capacidade de produção anual de 33 GWh, acima da meta inicial de 23 GWh.

“Esta nova unidade contribuirá para atingir nossa meta agressiva de oferecer pelo menos 25 novos veículos elétricos a bateria para o mercado norte-americano até o final da década”, disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares. “Continuamos a adicionar mais capacidade nos Estados Unidos junto com nossa grande parceira Samsung SDI e estabelecendo os próximos passos para alcançar nosso compromisso de neutralidade de carbono até 2038″.

“Ao estabelecer a joint venture com a Stellantis no ano passado, criamos uma base sólida para marcar nossa presença na América do Norte”, comentou o presidente e CEO da Samsung SDI, Yoon-ho Choi. “A segunda fábrica vai acelerar nosso avanço no mercado dos EUA e ajudar Stellantis a impulsionar a transição norte-americana para uma era de veículos elétricos, fornecendo produtos com os mais altos níveis de segurança e qualidade”.

Como parte do plano estratégico Dare Forward 2030 a Stellantis anunciou planos de atingir 100% do mix de vendas de veículos elétricos a bateria (BEV) para carros de passeio na Europa e 50% do mix de vendas de carros de passeio e caminhões leves nos Estados Unidos até 2030. Para atingir essas metas de vendas, a Empresa está garantindo aproximadamente 400 GWh de capacidade de bateria.

Este anúncio faz parte da estratégia de eletrificação de longo prazo destacada em seu plano estratégico Dare Forward 2030 e contribuirá para a neutralidade de carbono da Stellantis até 2038, com compensação percentual de um dígito das emissões restantes.

A localização da nova instalação está atualmente em análise e mais detalhes serão compartilhados posteriormente. E a transação está sujeita à execução da documentação definitiva.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...