TotalEnergies lança o desenvolvimento do campo de gás de Ubeta para abastecer a planta de liquefação de GNL


A TotalEnergies, operadora do bloco terrestre OML 58 na Nigéria com uma participação de 40%, e a empresa petrolífera nacional nigeriana NNPCL (60%) tomaram a decisão final de investimento para o desenvolvimento do campo de gás de Ubeta.

Localizado a aproximadamente 80 km a noroeste de Port Harcourt, Rivers State, o OML 58 consiste em dois campos produtores, o campo de petróleo de Obagi e o campo de gás e condensado de Ibewa. A produção de gás de OML 58 é processada na fábrica de Obite e abastece o mercado nigeriano local e a planta de liquefação de GNL da Nigéria (NLNG).

Também localizado no Bloco OML58, o campo de gás para condensado de Ubeta será desenvolvido a partir de um novo cluster de seis poços, conectado às instalações existentes de Obite por um gasoduto subterrâneo de 11 quilômetros. A produção, que está programada para começar em 2027, deve atingir um platô de 300 milhões de pés cúbicos por dia (ou cerca de 70.000 boe/d, incluindo condensado). O gás da Ubeta alimentará a planta de liquefação NLNG, localizada em Bonny, cuja capacidade atualmente é aumentada de 22 Mt/ano para 30 Mt/ano e na qual a TotalEnergies detém 15% de participação.

O Ubeta é um desenvolvimento de baixo custo e baixa emissão, aproveitando as instalações de processamento de gás existentes da OML58. A intensidade de carbono do projeto será ainda mais reduzida por meio de uma usina de energia solar de 5 MW atualmente em construção no local de Obite e da eletrificação da sonda de perfuração. A TotalEnergies está trabalhando em estreita colaboração com a NNPCL para otimizar a participação do conteúdo local, e mais de 90% das horas de trabalho serão realizadas localmente.

O Ubeta faz parte da série de projetos desenvolvidos recentemente pela TotalEnergies na Nigéria, com a Ikike e a Akpo West. Congratulo-me com o facto de podermos lançar este novo projecto de gás, tornado possível pelas recentes medidas tomadas pelo Governo nigeriano para desenvolver campos de gás não associados. A Ubeta se encaixa perfeitamente com nossa estratégia de priorizar projetos de baixo custo e baixas emissões, e contribuirá para a economia nigeriana aumentando as exportações de NLNG“, disse Mike Sangster, Diretor para a África do negócio de Exploração e Produção da TotalEnergies.

Últimas Notícias

Utilização da capacidade instalada despenca para 58%, o menor nível mensal da história da química nacional

De acordo com os dados da amostra do Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC), o índice de utilização da capacidade instalada da indústria química brasileira...

FPSO Bacalhau – Primeiro FPSO Novo do Mundo com Notação DNV Abate

A Modec comunica que o FPSO Bacalhau recebeu a Aprovação em Princípio (AiP) para Notação de Redução da sociedade de classificação DNV, tornando-se o...

ADNOC implanta a primeira solução de IA RoboWell da AIQ em operações offshore

A ADNOC anunciou a implantação do RoboWell, a solução pioneira de controle de poços autônomos de inteligência artificial (IA) da AIQ, em suas operações...