A Câmara Africana de Energia endossa o Acordo Oando-Eni


A Câmara Africana de Energia (AEC) endossa o acordo entre a Oando PLC e a Eni para a aquisição de 100% das ações da Nigerian Agip Oil Company Limited (NAOC Ltd). Esta transação encerra um imenso potencial para o sector energético da Nigéria e para o panorama energético africano em geral.

A AEC reconhece que este acordo representa um passo substancial no sentido de aumentar a participação e o controle nativo na indústria energética. O aumento da participação da Oando nas OMLs 60, 61, 62 e 63, juntamente com a propriedade adicional nos ativos e infraestruturas da joint venture NEPL/NAOC/OOL não só pode fazer crescer a empresa, mas também contribui para o desenvolvimento dos recursos de hidrocarbonetos da Nigéria.

O acordo Oando-Eni assinala um marco significativo para o sector energético da Nigéria e sublinha o potencial de participação e crescimento local

Esta transação marca um passo significativo para a Oando, aumentando a sua propriedade e influência num amplo espectro de ativos energéticos, incluindo produção, infraestruturas, reservas e exploração. Posiciona a Oando como um dos principais contribuintes para o sector energético da Nigéria e sublinha o seu compromisso em promover as ambições energéticas do país.

A AEC gostaria de enfatizar a importância do conteúdo local e do investimento no sector energético de África e apela ao governo nigeriano para conceder rapidamente o consentimento ministerial e quaisquer outras aprovações regulamentares necessárias para facilitar a conclusão desta transação. A rápida aprovação permitirá às partes envolvidas acelerar a concretização dos benefícios do acordo, promovendo as ambições energéticas da Nigéria e atraindo investimentos adicionais.

A estatal nigeriana NNPC Ltd diz que uma subsidiária da italiana Eni não obteve seu consentimento antes de vender ativos petrolíferos em terra para a empresa local Oando PLC, algo que ter viola os termos de um acordo operacional conjunto. A subsidiária da empresa petrolífera estatal, NNPC Exploration and Production Limited (NEPL), detém uma participação de 60% numa joint venture NAOC. A Eni, que faz todos os comentários sobre questões relacionadas com a sua subsidiária NAOC Ltd, disse que não houve violação do contrato de joint venture.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...