Brasil está no Top 10 dos maiores mercados de tecnologia

@Pixabay

A Abes – Associação Brasileira das Empresas de Software apresentou dados do relatório Estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências 2024 da consultoria IDC que indicam que o Brasil voltou ao top 10 dos maiores mercados de tecnologia em 2023, quando o movimento local no setor correspondeu a US$ 50 bilhões.

Segundo o estudo, o Brasil ultrapassou a Coreia do Sul e a Itália, e está entre as 10 potências globais, com US$ 50 bilhões em investimentos; mostra que o Brasil recebeu 1,6% dos investimentos em tecnologia em nível global, e 37,2% dos investimentos em toda a América Latina (contra 36,5% na pesquisa anterior).

Considerando o total de investimentos globais em TI durante 2023 –US$ 3,2 trilhões –, o Brasil subiu duas posições, figurando agora em décimo lugar neste ranking de investimentos, com US$ 50 bilhões aplicados e lidera a América Latina, cujo total de investimentos alcançou US$ 134 bilhões. Desse total, 30% foram para o mercado de software; 22% para o mercado de serviços; 48% para o mercado de hardware. A distribuição média global é de 31% em software, 26% em serviços e 43% em hardware.

“Nos últimos anos verificamos esse movimento da queda da participação de hardware nos investimentos totais de TI, demonstrando que a base instalada de hardware já vem atingindo sua maturidade. Por outro lado, vimos os investimentos em Software e Serviços crescerem e pela primeira vez desde que começamos o Estudo, em 2004, com a soma dos investimentos em Software e em Serviços superando os investimentos em Hardware, mostrando o avanço que Brasil teve no grau de maturidade de seus Investimentos em TI”, explica Jorge Sukarie Neto, conselheiro da ABES e responsável pelo estudo.

A tendência, para 2024, é que haja um crescimento global na ordem de 7,4%; no Brasil, isso deve chegar a 6%. 

O estudo traz ainda dados sobre redes privativas, internet das coisas, cibersegurança, nuvem, inteligência artificial e outras vertentes.

Sobre redes móveis privativas, aponta que novas implantações de redes móveis privativas em 2024 deverão superar US$ 220 milhões, colocados em infraestrutura wireless, serviços profissionais e serviços gerenciados. Segundo a Abes, falta um ecossistema que ofereça soluções fim a fim para acelerar investimentos no segmento.

Sobre IoT, a pesquisa indica que, em 2024, 50% das empresas estarão em estágios de planejamento ou provas de conceito para projetos de IoT. 34% das PMEs pretendem adotar soluções de IoT nos próximos dois anos em suas atividades de negócio.

Para a vertical de Governo, esse número sobe para 50% – espera-se um crescimento expressivo em 2024, com o mercado brasileiro alcançando a marca de US$ 1,7 bilhão em hardware, software, serviços e conectividade; em Cibersegurança, mercado de soluções manterá trajetória de crescimento, atingindo cerca de US$ 1,7 bilhão também no Brasil em 2024, o que representa crescimento de mais de 16% sobre o ano anterior; em Nuvem, ofertas do chamado PaaS somarão US$ 1,5B no Brasil em 2024, seguindo sua trajetória de crescimento – esse avanço também movimenta o mercado de serviços de TI, que consumirá cerca de US$ 1,4B neste ano com consultoria, integração e suporte de projetos relacionados a dados.

A Inteligência Artificial, ainda em estágios iniciais no Brasil, terá o dobro de investimentos em 2024 no país, contribuindo para que a América Latina se aproxime a um total de US$ 120 milhões relacionados à tecnologia; o mercado de Soluções de gestão, que considera pacotes como ERP, CRM, planejamento e produção e cadeia de suprimentos, vai alcançar US$ 5,6 bilhões em 2024 no Brasil, o que representa crescimento de 11,6% sobre o ano anterior; em Edge, os ambientes compostos por hardware, software e serviços devem absorver mais de US$ 4 bilhões até 2025 no Brasil.

Últimas Notícias

Rockwell Automation em parceria com NVIDIA impulsiona o desenvolvimento de robôs móveis industriais com IA

A Rockwell Automation anuncia novas colaborações com a NVIDIA para impulsionar o desenvolvimento de robôs móveis industriais, mais seguros e inteligentes, com Inteligência Artificial...

Primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil

A Livoltek, empresa do Hexing Group, inaugurou a primeira fábrica de inversores de energia solar da América Latina na Zona Franca de Manaus (ZFM)....

GT PA-DIN apresenta extensões ao padrão com lançamento da versão 1.1

Os coproprietários do Process Automation Device Information Model (PA-DIM), incluindo FDT Group, FieldComm Group, ISA 100 WCI, NAMUR, ODVA, OPC Foundation, PROFIBUS e PROFINET...