Fup: Retomada de investimentos na Rnest é estratégica

@ RICARDO STUCKERT

“A retomada das obras da RENEST – Refinaria Abreu e Lima representa o resgate de um projeto estratégico para o país e importante passo para o desenvolvimento econômico da região nordeste, com geração de emprego e renda. Com o retorno de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República, o compromisso de concluir a RENEST se torna uma realidade e marca o início de uma nova etapa na história da refinaria”, declarou o coordenador-geral da FUP – Federação Única dos Petroleiros, Deyvid Bacelar, que participou da cerimônia de retomada de investimentos na RENEST, no município de Ipojuca, em Pernambuco.

A expansão da RENEST e da capacidade brasileira de refino é bandeira de luta da FUP. O pleito dos petroleiros foi incluído no programa do governo Lula ainda durante o período de transição, em finais de 2021, quando Bacelar integrou a equipe. 

A Refinaria Abreu e Lima, idealizada durante o primeiro governo Lula, teve sua operação iniciada de forma parcial em 2014, porém, sua conclusão foi interrompida em consequência da operação Lava-Jato, que bloqueou investimentos no país. 

“Após mais de uma década de estagnação, a retomada das obras da RENEST, com a construção do segundo trem, faz parte do planejamento estratégico da Petrobrás para 2024/2028, anunciado pelo presidente da estatal, Jean Paul Prates, em novembro do ano passado”, comemora Bacelar, lembrando que a nova gestão da Petrobras, além de prever o aumento de investimentos no parque industrial de processamento de combustíveis, suspendeu as privatizações de refinarias. 

Os investimentos previstos para a conclusão da RENEST são de cerca de R$ 6 bilhões, ampliando a capacidade de processamento da refinaria para 260 mil barris de petróleo por dia, com a geração de aproximadamente 40 mil empregos diretos e indiretos. “A refinaria é importante instrumento para a segurança do abastecimento interno de combustíveis, e pilar para a condução da política de preços da Petrobras ao consumidor brasileiro”, diz Bacelar.

A refinaria foi projetada para produzir diesel com baixo teor de enxofre de acordo com os rígidos padrões internacionais, o Diesel S-10 (concentração de 10 partes por milhão de enxofre). Dentre as principais vantagens ambientais do Diesel S-10 está a redução em até 80% das emissões de material particulado e em até 98% das emissões de óxidos de nitrogênio.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...