Nova linha de crédito com juros inéditos voltada à inovação


Empresas que desejam investir em inovação podem contar com um grande apoio do BNDES por meio do programa “Mais Inovação Brasil”, onde o banco disponibiliza uma linha de crédito a 4% (TR + 2%). A taxa de juros é inédita e considerada bastante competitiva, igualando condições com a Finep.

“O BNDES volta oficialmente a ter linhas de financiamento para inovação. Com isso, o país ganha mais um mecanismo importante de apoio ao desenvolvimento das empresas. As taxas de juros mais baratas e/ou com juros muito mais baixos que os já praticados no mercado têm o potencial de apoiar iniciativas de empresas e grupos econômicos de modo efetivo”, diz o sócio da Macke Consultoria, André Moro Maieski. A Macke é especialista em viabilizar planos estratégicos e projetos de inovação, modernização e expansão de negócios.

Seguindo determinações do CNDI – Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial e resoluções do CMN – Conselho Monetário Nacional, a nova linha de crédito irá oferecer até dezesseis anos para pagamento, com carência de quatro anos e participação de 100%. “Para ter acesso ao financiamento, é importante que os empresários contem com o apoio de uma consultoria especializada. Isso ajuda a compreender os mecanismos do governo e estruturar projetos adequados à linha de incentivo”, explica André.

Os recursos disponibilizados virão do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), com limitações de valores e enquadramento determinado por perfil de projeto. O valor mínimo dos projetos a serem executados deve ser de R$ 20 milhões. O novo programa tem como base as seis missões da mais recente Política Industrial Brasileira: cadeias agroindustriais sustentáveis e digitais para a segurança alimentar e nutricional; complexo econômico industrial da saúde resiliente para a prevenção e o tratamento de doenças; infraestrutura, moradia, saneamento e mobilidade sustentáveis para a integração produtiva e o bem-estar nas grandes cidades; transformação digital da indústria para ampliar a competitividade; bioeconomia, descarbonização e transição e segurança energéticas para garantir os recursos para as gerações futuras; e tecnologias de interesse para a soberania e defesa nacional.

Um levantamento recém-divulgado pelo Innovation Index, realizado com 6.600 líderes de Negócios e TI em 45 países, indica que as organizações brasileiras estão acima da média global no que diz respeito ao reconhecimento da importância da inovação, com índice de 97% de valorização da questão contra 86% da média global. Entretanto, 46% dos brasileiros participantes do estudo disseram acreditar que as soluções tecnológicas atualmente utilizadas no país ainda não são suficientemente avançadas, podendo deixá-los em desvantagem em relação à concorrência internacional. “Programas como o ‘Mais Inovação Brasil’ podem servir para mudar essa realidade”, salienta o sócio da Macke Consultoria. 

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...