Parceria para impulsionar tecnologia, inovação e desenvolvimento das micros e pequenas indústrias


O Simpi – Sindicato da Micro e Pequena Indústria e o Ipem/SP – Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (IPEM/SP) assinaram um Protocolo de Intenções voltado para o desenvolvimento de iniciativas conjuntas de pesquisa, inovação e desenvolvimento tecnológico.

A parceria entre o SIMPI e o IPEM/SP tem como objetivo promover ações que fortaleçam o ecossistema de inovação e tecnologia, disseminando a Infraestrutura da Qualidade. O Protocolo de Intenções estabelece a base para a formalização de um Acordo de Parceria, visando o suporte e a promoção de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) no campo da ciência e tecnologia.

A medida vai de encontro como sentimento da categoria, que anseia por inovação em suas empresas, mas que ainda vê dificuldades para investir em recursos ou pessoal. De acordo com a pesquisa SIMPI/Datafolha, 34% apontam a falta de recursos financeiros como principal barreira para investir em inovação tecnológica na sua empresa, e na sequência aparecem falta de mão-de-obra capacitada (18%) e incerteza sobre retorno (11%).

Joseph Couri, presidente do SIMPI, comentou sobre a importância desta parceria: “Estamos entusiasmados em colaborar com o IPEM/SP para impulsionar a inovação e o desenvolvimento tecnológico em nossas indústrias. Essa parceria reflete o compromisso do SIMPI em fortalecer a categoria, proporcionando benefícios tangíveis para nossos associados e para o estado como um todo”.

O Protocolo de Intenções, regido pelas leis federais e estaduais de inovação, busca estimular a colaboração entre entes públicos e privados, incentivando a interação entre instituições científicas e o setor produtivo. O SIMPI e o IPEM/SP se comprometem a realizar reuniões técnicas, elaborar planos de trabalho e promover ações conjuntas para viabilizar o desenvolvimento de novos produtos, serviços e processos.

Principais pontos do protocolo são: Iniciar tratativas para formalização de Acordo de Parceria para Suporte, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I); Definir esforços conjuntos para a elaboração do Plano de Trabalho, documento essencial para a parceria; Realizar encontros técnicos para viabilizar o alcance dos objetivos propostos; Contribuir para a elaboração do Plano de Trabalho e oferecer facilidades para a execução do instrumento; Nenhuma transferência financeira entre as partes – despesas correrão por conta das dotações específicas; Prazo inicial de 12 meses, podendo ser prorrogado mediante aditivo.

O SIMPI e o IPEM/SP destacam que o propósito principal dessa colaboração é impulsionar a inovação e fortalecer a infraestrutura da qualidade. Essa iniciativa conjunta visa contribuir de maneira significativa para o desenvolvimento econômico e tecnológico da categoria no Brasil.

A declaração de Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, Superintendente do IPEM-SP, reforça o compromisso da instituição em apoiar as micro e pequenas indústrias diante dos desafios enfrentados no cenário competitivo. Sua afirmação destaca a expansão dos laboratórios como uma iniciativa concreta para contribuir com a competitividade dessas empresas: “Buscamos compreender os desafios enfrentados pelas pequenas empresas e nos posicionamos como um ponto de apoio. Estamos expandindo nossos laboratórios com o objetivo de auxiliar essa categoria a alcançar maior competitividade. Contamos com a parceria do SIMPI para cumprir essa missão”, afirmou Guerson.

Joseph Couri comenta que ao buscar a promoção da inovação, as organizações demonstram o compromisso em estimular novas ideias, processos e produtos no cenário industrial. “Além disso, ao fortalecer a infraestrutura da qualidade, há uma clara intenção de aprimorar os padrões e normas técnicas, garantindo produtos e serviços de alta qualidade”, explica o presidente.

A contribuição para o desenvolvimento econômico e tecnológico é ressaltada como um impacto positivo esperado dessa parceria. Isso sugere que, por meio de ações conjuntas, o SIMPI e o IPEM/SP almejam não apenas fortalecer as indústrias locais, especialmente as micro e pequenas, mas também impulsionar avanços tecnológicos que beneficiem a sociedade como um todo.

Essa declaração destaca a importância da colaboração entre setores público e privado, enfatizando o papel das organizações na busca por soluções inovadoras que possam impulsionar o desenvolvimento sustentável em todos os estados.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...