Scania e Compagas demonstram ônibus a gás


A Compagas em conjunto com a fabricante Scania, e em parceria com a Prefeitura de Ponta Grossa (PR), iniciaram uma demonstração com um ônibus 100% movido a gás natural, que passa a integrar o transporte coletivo no município pelos próximos 30 dias. Em cerimônia realizada 31 de julho, a prefeita Elizabeth Silveira Schmidt anunciou a ação inédita na cidade em operação real. A Casa Scania Cotrasa dará todo o apoio no dia a dia ao cliente escolhido, a Viação Campos Gerais (VCG). A demonstração faz parte do projeto ligado à mobilidade urbana mais sustentável, que vem sendo desenvolvido nas principais cidades do Paraná, e que tem por objetivo certificar os indicadores de eficiência, em especial, a redução nas emissões de poluentes na utilização do veículo e a contribuição para as metas de sustentabilidade.

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Silveira Schmidt, destaca a importância do projeto para o município. “A realização desse teste faz parte dos esforços da Prefeitura para oferecermos um sistema de transporte cada vez melhor para a população. Agradecemos de antemão a Compagas e a Scania, que trouxeram esse ônibus, que pode transportar quase 90 pessoas, tem ar-condicionado e utiliza um combustível mais sustentável, o que é ótimo para o meio ambiente. Tenho certeza de que a população irá gostar muito dessa tecnologia e de todas as novidades que estão incluídas neste veículo.” 

A ação em Ponta Grossa é a quarta realizada em 2023 pelo projeto coordenado pela Compagas e a Scania. As primeiras demonstrações foram realizadas na Região Metropolitana de Curitiba, com o Governo do Paraná, e na capital, com a Prefeitura de Curitiba, entre março e maio. Durante todo o mês de junho, o mesmo veículo rodou em Londrina (PR), sendo abastecido 100% com biometano, na primeira experiência do tipo da história do Brasil numa completa operação real. Nos três locais foi mostrada a viabilidade da utilização do veículo a gás em linhas complexas e extensas, garantindo a autonomia e a menor emissão de poluição na atmosfera.  

O CEO da Compagas, Rafael Lamastra Jr.,(segundo da direita para esquerda) destaca que com os primeiros testes foi possível comprovar os números apresentados pelo fabricante e demonstrar na prática a eficiência do veículo. “Em Curitiba, a competitividade do GNV frente ao diesel foi maior, garantindo uma redução de custos de operação em cerca de 10%, já a emissão de poluentes foi 20% menor. Ou seja, mais economia e sustentabilidade para o transporte urbano”, diz. Lamastra ainda reforça que esses resultados foram obtidos com apenas um ônibus em rota e que uma operação concentrada com mais veículos pode garantir ainda mais vantagens à economia local. “Os veículos de transporte coletivo a gás são uma realidade nas principais cidades do mundo, e nós precisamos aplicar essa tecnologia em nosso Estado, realizando a substituição de veículos a diesel por modelos a gás, capazes de contribuir com o meio ambiente, com a saúde da população e com a economia.” 

O ônibus em demonstração percorrerá diferentes linhas. O objetivo é que ele passe pelas principais vias de Ponta Grossa e atenda a um número maior de pessoas de diferentes perfis. O veículo 100% a gás se somou à frota da Viação Campos Gerais (VCG) e vai operar de segunda a sábado, entre os horários dos ônibus convencionais que passam pelos terminais Nova Rússia, Uvaranas, Central e Oficinas. “A VCG considera de fundamental importância essas iniciativas, que consideram combustíveis alternativos, como é o caso deste veículo a gás da Scania. A partir desse teste teremos condições de avaliar a performance e o desempenho para analisar a viabilidade de implantação”, destaca Rodrigo Venske, (primeiro da direita para esquerda) diretor de Relações Institucionais da VCG. 

“Já estamos na quarta demonstração do ônibus a gás no Paraná, sendo três delas na região de atendimento da Cotrasa. É muito importante, mais uma vez, colocar esse veículo nas ruas para provar na prática sua viabilidade e sustentabilidade. Ponta Grossa possui o quarto maior PIB do estado. Trazer uma solução como essa para a região dos Campos Gerais fortalece a mobilidade urbana e o compromisso com o meio ambiente”, diz Cristiano Locatelli, diretor da Cotrasa, a Casa Scania que atende a região.

O modelo da Scania é um padron K 280, com 14 metros de comprimento e capacidade para 86 passageiros. O ônibus é equipado com elevador para acessibilidade e espaço interno para cadeirantes. O modelo K 280 4×2 tem propulsor de 280 cavalos de potência. Seu motor é Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) e movido 100% a gás e biometano, ou mistura de ambos. Não é convertido do diesel para o gás, tem garantia de fábrica, tecnologia confiável e segura, desempenho consistente e força semelhante ao similar a diesel, além de ser mais silencioso. Neste momento, é o ideal para o ‘aqui e agora’ nacional, pois se enquadra nos três pilares sustentáveis: econômico, social e ambiental. Para o ônibus em teste, foram instalados oito cilindros de gás na lateral dianteira com uma autonomia de 300 km.

A segurança é total em caso de acidentes ou explosão. Os cilindros e válvulas são certificados pelo Inmetro (em conformidade com a lei). São três válvulas (vazão, pressão e temperatura) que liberam o gás em caso de anomalia em um destes três quesitos. Os cilindros são extremamente robustos (o material é de ogivas de mísseis). Em caso de incêndio ou batida o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de explosão ao contrário de um veículo similar abastecido a diesel que é mais perigoso, pois o líquido fica no chão ou pode se espalhar ao longo da carroceria.

Últimas Notícias

Recap lança campanha de combate a fraudes no setor de combustíveis

As fraudes no setor de combustíveis afetam não apenas a concorrência leal entre as empresas, mas toda a sociedade, ao retirar recursos de áreas...
advertisementspot_img

Prêmio DowGOL reconhece os melhores fornecedores logísticos 

A Dow Brasil anunciou os vencedores da 18ª edição do Prêmio DowGOL que reconhece e promove as melhores práticas de fornecedores logísticos. O evento...

Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás

A Sabesp é finalista do AD and Biogas Industry Award 2024, a maior premiação do mundo no setor de biogás. A Companhia concorre na...