Transição energética digital


As empresas de petróleo e gás estão lutando com o desafio de sustentabilidade, seus produtos são considerados fatores importantes no mercado de aquecimento global e as suas operações representam 15% do total de emissões de gases de efeito estufa (GEE) relacionado com a energia.

Enfrentando a pressão crescente do público e dos reguladores para mudar para energias renováveis, e limpar as operações de produção, transporte e processamento, essas empresas devem abraçar a transição energética e vem alavancando dados e tecnologias digitais para operar seus ativos de forma mais limpa, segura, protegida e confiável.

Esta jornada transformadora não é tarefa fácil. Os executivos devem avaliar como cumprir demandas atuais de energia usando sistemas e processos existentes, ao mesmo tempo, prevendo e progredindo em direção a um futuro de baixo carbono.

The digital energy transition (ibm.com)

Novas pesquisas do IBM Institute for Business Value (IBM IBV) e da SAP mostram que a maior parte do setor de petróleo e gás está avançando nessa direção. A pesquisa revela que apenas duas em cada cinco organizações estabeleceram uma meta de emissões líquidas zero, e apenas 39% dizem que são eficazes na execução da transformação digital.

Na análise dos dados podem ser definidas quatro áreas: um segmento de líderes que oferecem um modelo para outros imitarem à medida que avançam com sua transição energética, as Vanguardas Visionárias – que abordam a sustentabilidade como oportunidade de transformação, alinhando estratégias digitais e de sustentabilidade para orientar a mudança e impulsionar a inovação e elas relatam desempenho superior de negócios em crescimento de receita e lucratividade

comparado aos concorrentes;  Decisores Orientados por Dados fizeram progressos na transformação digital e na utilização de dados para embasar as decisões, mas ficam para trás na incorporação de uma abordagem sustentável na implementação geral de negócios e tecnologia; Apoiadores da Sustentabilidade estão empenhados em se tornar ecológicos, investindo em  sustentabilidade e vinculando a compensação dos executivos a esses objetivos, mas não integraram seus esforços de sustentabilidade com a transformação digital, nem progrediram em gerenciamento dados; Lutadores Estratégicos  carecem de foco em sustentabilidade, dados e tecnologia e operam os negócios como sempre.

Os dados mostram que, para estarem preparadas para o futuro, as empresas de energia digital vão se concentrar em oito estratégias – que a pesquisa analisa e destrincha com exemplos. Ao final, propõe um  guia de três etapas que refletem ações concertadas que  levam em consideração implicações estratégicas e operacionais.

Pesquisa e análise estiveram a cargo de Zahid Habib Vice President, Global Industrial Sector Leader, Global Energy and Resources Industry Leader IBM Consulting; Ash Zaheer Partner and Global Leader for Energy Transition IBM Consulting; Daniela Haldy-Sellmann Global Vice President, Head of Energy and Utilities Industries SAP; Stephane Lauzon Head of Oil, Gas, and Energy SAP; Spencer Lin Global Research Leader, Chemicals, Petroleum, and Industrial Products IBM Institute for Business Value.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...