Volvo adota Diesel R nos abastecimentos de fábrica

@ Michel Chedid / Agência Petrobras

A parceria comercial entre a Petrobras e a Volvo, marcada pelo início do consumo de Diesel R5 pela montadora, materializa o alinhamento dos objetivos e compromissos das duas empresas com a sustentabilidade e a redução das emissões de gases de efeito estufa, contribuindo para o desenvolvimento da economia de baixo carbono.

A Petrobras é a primeira produtora, no mercado brasileiro, de diesel com conteúdo renovável e a Volvo será a primeira montadora a empregar, exclusivamente, o Diesel R nas operações de seu complexo industrial de Curitiba (PR), onde produz caminhões e chassis de ônibus. A decisão de adquirir o combustível com conteúdo renovável aconteceu após demonstração da tecnologia no Cenpes – Centro de Pesquisas da Petrobras e alinhamento de visões técnica, estratégica e comercial da Petrobras e da montadora.

O combustível a ser utilizado na fábrica da Volvo é produzido pela Petrobras na Repar – Refinaria Presidente Getúlio Vargas, no Paraná, a partir do coprocessamento de derivados de petróleo (parcela mineral), com matérias-primas renováveis, como óleo de soja. Esse novo combustível é uma alternativa sustentável no ciclo diesel, pois a redução das emissões associada à parcela renovável é de, ao menos, 60 %, em comparação com o diesel mineral, podendo ser até maior, a depender da matéria-prima utilizada. Até o fim do ano, a Petrobras terá capacidade de produzir e ofertar o Diesel R também na Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão.

Segundo o diretor de Comercialização e Logística da Petrobras, Claudio Romeo Schlosser, a Petrobras é referência no desenvolvimento e comercialização de combustíveis mais sustentáveis: “A Petrobras foi a primeira empresa no Brasil a desenvolver tecnologia própria de coprocessamento de matéria-prima renovável no refino, além de projetar e implantar em nossas unidades o diesel com conteúdo renovável. Temos a satisfação de iniciarmos essa parceria comercial com a Volvo, uma empresa reconhecida, internacionalmente, pela preocupação ambiental”.

Cálculos mostram que a adoção do Diesel R, na configuração R5, no complexo industrial da Volvo em Curitiba trará uma significativa redução nas emissões industriais.

“Uma grande vantagem é que o novo combustível pode ser usado diretamente ou até ser misturado ao diesel convencional em diferentes proporções, sem a necessidade de adaptações nos motores. Também não é necessário alterar nada na cadeia logística de distribuição ou nos processos de armazenamento”, assegura Alan Holzmann, diretor de estratégia de produto caminhões da Volvo. “O diesel renovável R5 é uma excelente alternativa para redução de emissões da frota de caminhões já em circulação no país. Recomendamos seu uso a todos os transportadores”, afirma o diretor da Volvo.

Ainda em 2023, na Repar, a capacidade de produção do Diesel R5 será ampliada, passando dos atuais 5 milhões de litros por dia para até 12,3 milhões de litros por dia. Além do benefício ambiental, o Diesel R é um produto com alta estabilidade e isento de contaminantes, o que garante durabilidade e desempenho dos motores.

Últimas Notícias

Fortalecendo a prevenção e o enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Vibra, maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil, está comprometida com a causa social de "Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e...
advertisementspot_img

Busch do Brasil expande seu portfólio com produtos da Pfeiffer Vacuum

A Busch do Brasil Ltda., uma subsidiária integral da Busch SE, anunciou expansão de seu portfólio: está assumindo a distribuição e o serviço dos produtos...

Identificação padronizada para segurança do alimento

Uma nova forma de identificar produtos no varejo, que transforma a rotina dos consumidores e os processos de automação das empresas da cadeia de...